sábado, 10 de setembro de 2011

Disnomia, Lua de Éris.


Em 10 de setembro de 2005 foi descoberta a existência de uma Lua no planeta-anão Éris. À Lua foi dado o nome de Disnomia. Estima-se que ela seja oito vezes menor do que Éris. E também sessenta vezes menos brilhante. Sua provável órbita em torno de Éris é por cerca de 14 dias.

Disnomia é 8 vezes menor que nosso satélite lunar. E está 10 vezes mais próximo de Éris do que a Terra está da Lua.

Éris foi descoberto em 5 de janeiro de 2005 e está numa região conhecida como disco disperso no sistema solar. Provavelmente é o maior planeta anão do nosso Sistema. Quando descoberto, começou a ser identificado como “décimo planeta” pois seu diâmetro estimado era maior do que o do ex-planeta Plutão.

Ele se movimenta lentamente no espaço, sua órbita é de cerca de 560 anos. Éris é suficientemente brilhante para poder ser visto mesmo com um telescópio simples. Como sua órbita é inclinada, demorou a ser descoberto. Até porque a maioria das pesquisas para corpos celestes do sistema solar era concentrada no plano eclíptico. Acredita-se que é composto por uma mistura sólida de gelo e rocha.

O planeta-anão recebeu esse nome porque Éris na mitologia é a deusa da Discórdia. A descoberta de Éris lançou a discórdia entre os astrônomos quanto à definição do que era ou não um planeta. Isso causou, indiretamente, a descida do estatuto de Plutão de “planeta” para “planeta anão”. Esta Deusa é famosa na mitologia grega porque indiretamente diz-se que ela causou a guerra de Tróia. Sua filha chamava-se Disnomia e era a própria desordem em grego.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...